ABRIL EM VERSOS (SONETO IV)

Deusa do amor e da paixão, Afrodite:

inspiração para criar o mês de abril!

Sua beleza infinita na linda cor anil,

manifesta o amor sem nenhum limite!

No hemisfério norte, coberto de flores,

abre-se  em campos cheios de vida,

abril adornado nas cores que convida,

aos sonhos primaveris de novos amores!

É tempo de abrir a mente e a razão,

é hora de outonar, apesar do medo,

Alçar voo nas asas leves da imensidão!

Amar e amar... O amor deve ser o enredo:

Em abril, para Nina, abri meu coração,

e vivemos o mistério do amor, sem segredo!

SÉRIE: SONETOS DO TEMPO

ESTEVAM MATIAZZI- 1º DE ABRIL DE 2021

[1] Afrodite deusa do amor para os gregos (Vênus para os romanos) é a inspiração para a criação do mês de abril. Depois dos deuses Jano, Februs e Martius, finalmente, uma deusa…

[2] Nina minha esposa. Dia 24 de abril completamos 17 anos de casados.

22 comentários

  1. Linda forma de canta o ABRIL e parabéns desde já pelos 17 anos com Nina! Muitos mais aos dois…Que cheguem, no mínimo,como eu e Kiko, que já festejamos juntos 52 anos de casados! abração,FELIZ Páscoa! chica

    Curtido por 1 pessoa

  2. As cores de abril de quem bem te viu são maravilhosas; o céu de abril é de um azul amoroso , refletido no poema de Estevam.
    O mês que se abre, segundo os versos, para os enamorados viverem os amores .
    O abril do poeta abre as portas para a musa em segredo.
    No mesmo mês em que as cores se fazem notar, o amor se entrelaça, se abraça no rosa, na paixão aberta, na confissão do amor.
    Ao outonar , o eu lírico se escancara para a realidade doce que abril traz para sua memória repleta de afeto e cores.
    No mês de abril, as árvores renovam as folhas para preparem os frutos e é nesse mês que o coração do poeta transborda de afeto para tocar os frutos verdes da amor menino que irá amadurecer , trazendo sementes , em uma farta colheita, para eternidade do amor ,que nasceu em abril menino ,viver adulto em todos os meses do ano.
    As sementes plantadas se espalham coloridas nas palavras poéticas de quem ama muito e conhece a profundidade da semente fincada nas cores de abril.

    Curtido por 1 pessoa

    • Nuuuuuuh! Seus comentários são sempre um elixir de renovação da inspiração! Você traz detalhes que, eu, não pensei antes de escrever e não descobriria por mim mesmo. Obrigado Márcia, por apresentar-me ao meu próprio texto.

      Curtir

  3. O tempo através das estações, dos Deuses e Deusas, da sublime e tão necessária renovação comandada pela natureza, e nós humanos tão inconclusos descobrimos razões que nos completam como o amor, atravessando o desafio do passar do próprio tempo. Um grande abraço pelos 17 anos, pelas vidas geradas e pela poesia (e)terna.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s