ROSAS DOS TEMPOS NOS VENTOS

Poema inspirado na frase Rosas dos tempos, Rosas dos ventos’ relacionada à obra de João Guimarães Rosa, exposta no Museu dedicado ao Escritor de ‘O Grande Sertão Veredas’, que é a casa de sua família na pequena Cordisburgo (cidade do coração) no interior de Minas Gerais.

Nas rosas dos tempos

Guimarães Rosa, menino ainda

Absorto em seus pensamentos

Miguilim, criança vívida…

Similar às rosas, efêmeras

Vidas (des) respeitadas, intensas

Vidas que se vão quais rosas nos ventos…

 

Nas rosas dos ventos

Guimarães Rosa, criança sabida

Imagens de olhares atentos

Diadorim, amor de toda vida…

Similar às rosas, beleza imensa

Vidas (des) encontradas, eternas

Vidas que se esvaem nas voltas dos tempos…

 

Rosas dos ventos nos tempos

Guimarães Rosa, de Cordisburgo

Palavras criadas além dos textos

Levadas do Sertão para o mundo…

Similar às rosas, serenas

Vidas (re) contadas, ternas

Vidas que se negam a cair no esquecimento…

 

Rosas dos tempos nos ventos

Guimarães Rosa, da cidade do coração

Saga criada nos movimentos

Intensos a passar pela estação…

Similar aos espinhos, quais pedras

Vidas (re) encontradas, nas veredas

Vidas inscritas no caminho, nas letras do tempo…

ESTEVAMATIAZZI

Anúncios

17 comentários

    • Bom dia Cris… sempre uma alegria sua leitura e comentários… hoje triste por mais uma tragédia aqui em Minas… lembrei-me de você quando perguntaste-me sobre o Inhotim, lembra-se? Eu e minha família, havíamos agendado uma visita para a próxima quarta-feira… pelas notícias extra-oficiais, um dos fundadores do Museu estava numa pousada na região da tragédia de ontem (Brumadinho, município do Museu) de sua propriedade… está junto com esposa e filho entre as vítimas… o perfume das rosas de Drummond a Guimarães hoje em Minas ficará nas coroas fúnebres… à época quando lhe falei sobre o Museu eu fiquei cheio de reticências… infelizmente, elas dizem mais que palavras… abraços Cris.

      Curtir

      • Fico lendo e relendo sobre o que aconteceu, não acho outra palavra que não seja descaso. Se essa empresa tivesse tido a punição suficiente depois de Mariana, certamente iam tomar mais cuidados com as demais barragens… Tudo por lucro, a vida e a natureza valem pouco em naonde querem lucrar. Triste, muito triste por essa terra que demorará para brotar rosas. O Museu de Inhotim está na minha lista de desejos, já até escrevi sobre isso. Não entendi o ” cheio de reticências” …

        Curtido por 1 pessoa

  1. “Conto ao senhor é o que eu sei e o senhor não sabe;
    mas principal quero contar é o que eu não sei se sei,
    e que pode ser que o senhor saiba.”G. Rosa- G.S. Veredas
    Gostei muito.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s