GENTE INOCENTE

Nesta semana mais uma criança, uma menina de 8 anos, filha de imigrantes, morreu sob custódia dos EUA. Até quando sacrificaremos inocentes? Os Cristãos hoje, lembram as crianças inocentes, mortas por Herodes há dois mil anos, para evitar que o Menino Jesus crescesse. Nesse poema, relembro, alguns dos inocentes atuais: crianças queimadas numa creche em Janaúba e as crianças que morrem e sofrem na guerra da Síria, na tragédia de Mariana, entre tantas outras pelo mundo…

Sem identificação, sem futuro pela frente,

Sem passado, sem história para contar,

Apenas um sombrio e eterno presente

Que a qualquer instante fugidio irá acabar…

Pouco antes de morrer, uma criança inocente,

Vítima sem motivos da guerra na Síria

É captada por lentes de câmeras superpotentes,

Nesta criança anônima até para a mídia…

Quando eu morrer, vou contar tudo para Deus,

Suas últimas palavras ditas em vida, ó menino,

Tanto faz se és muçulmano, cristão ou judeu,

Precisa chegar rápido aos ouvidos divinos…

Morreste em meio a uma guerra sem sentido,

Inocente como tantos outros de sua idade;

Quantos meninos, meninas e sonhos perdidos,

Nesta insensível e contraditória humanidade…

Que Deus o atenda em sua bondade infinita,

Que seu pedido seja por seu povo na Síria,

Que sua voz seja um grito, uma prece estendida,

Para outros povos, para o Brasil, para Minas…

Quantas pessoas, sem nome, sem vida, sem rumo,

Impedidas de sonhar, mortos-vivos neste mundo…

Presas pela falta de fronteiras, cercadas por muros,

Imigrantes ignorados por quem acha que tem tudo;

Ó menino desconhecido, seu nome é esperança,

Para quem viu seus filhos morrerem em Mariana,

Atingidos por outra guerra, comandada pela ganância,

Que levou suas vidas, seus sonhos pela suja lama…

Ó menino anônimo, que sua voz seja um clamor,

Para quem sequer viu seus filhos entre chamas

Serem consumidos pela imensa ausência de amor,

Que acomete em todo o mundo a espécie humana…

Quantas pessoas ainda terão que sofrer e morrer,

Sem identidade, seja no Ocidente ou no Oriente?

Quantas crianças, ainda serão impedidas de crescer?

Ouça ó Deus, esta voz em nome de tanta gente inocente…

ESTEVAMATIAZZI

Anúncios
Categorias ENSAIOS PRO-FÉTICOS E POE-LÍTICOSTags ,

4 comentários em “GENTE INOCENTE

  1. Em meio a tantas vítimas inocentes, na Síria, em Mariana, em Janaúba, um poema como uma prece a Deus…

    Curtido por 1 pessoa

  2. Gente Inocente é o nome da creche lugar da tragédia em Janaúba….

    Curtir

  3. Na Síria, em Janaúba, em Betim ou no Mediterrâneo: Gente inocente e mundo doente… Que triste convivência!!!

    Curtir

    1. É meu amigo, inverteram a lógica: neste mundo parece que toda inocência será castigada.

      Curtir

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close